20 de Novembro – Dia da Consciência Negra – Poema: Degradês

(Zumbi dos Palmares - Fonte: Wikimedia Foundations / Reprodução)

(Zumbi dos Palmares – Fonte: Wikimedia Foundations / Reprodução)

Esse canto, esse coro
De muito longe vem esse choro
Pérolas negras riscando o mar
Tambores, guias
Deuses a clamar

A escuridão da noite marcou o porto
O sol se refugiou cedo, quase morto
No toque do atabaque
Um golpe certeiro
Correntes nos pés
Navio negreiro

Sopro de vela
Mergulhos ao mar
Vento na vela
Navegar

Corpos sem alma
Fundo do mar
A noite revela
Ancorar

Nuances de melanina
Brancos tons
Meninos degradê
Ecléticos sons
Raízes de um país de origens mil
Sob o sol da Bahia, Brasil

(Adriano Yamamoto – 28/05/2013)

Anúncios

11 opiniões sobre “20 de Novembro – Dia da Consciência Negra – Poema: Degradês

  1. Adriano, M A R A V I L H O S O!!! Emocionante. Tudo completo…poema…imagem. Que publicação marcante. Bela homenagem. Que o homem tenha, antes de mais nada, consciência humana. Parabéns!!!
    Beijo ternurento
    Clau Assi

    • Clau, bom dia! Fico muito satisfeito com o seu comentário, pois tenho um carinho especial com esse poema. Ele é um pouco antigo, mas serve sempre pra homenagear as pessoas que tanto contribuíram para a construção da nossa cultura e país. Grande abraço!

    • Claudiane, fico muitíssimo feliz com o prêmio! O que o torna ainda mais especial é ter vindo de vocês do Tubo de Ensaio, pessoas que eu admiro pra caramba. É muito bem ter um retorno assim e saber que de alguma forma estou trilhando num caminho legal. Vou ler as regras pra poder retribuir a outras pessoas a homenagem.
      Agradeça a todos por mim,

  2. A escuridão da noite marcou o porto de muitas vidas, muitos homens, mulheres e crianças tratados como animais. Uma pena, uma dor profunda na alma da gente. Lindo poema. Parabéns e parabéns também pelo blog.

    • Olá, meu caro. Tudo bem?
      É verdade, marco o porto de milhares de pessoas no nosso país. Lamento esse dia não ter grande expressão ainda na nossa sociedade, ainda temos um longo caminho de conscientização. Obrigado pela leitura e por compartilhar sua percepção conosco. Grande abraço e parabéns pelo seu blog também. Já estou seguindo.

  3. Olá Adriano! Estou começando a leitura de seu espaço e me deparo com tão bela expressão, uma homenagem aos nossos irmãos africanos a quem tenho muito carinho pois sou eu nascido nesse ninho. Então se me permite continuarei minha viajem, lendo cada escrita, cada sentir e tentar extrair delas o que se pode ouvir.

    Lindo poema, linda homenagem, só posso apenas agradecer, afinal esse veio que vos fala esta apenas de passagem. 😉

    • Olá, bom dia!
      Muito bom ter você por aqui. Pelo que percebi, você acompanha o blog da Michele e isso pra mim já é um ótimo sinal. Eu particularmente gosto muito dessa temática e penso ser muito importante explorá-la. Obrigado por sua leitura e comentário. Já estou seguindo o seu blog e logo logo dou uma passada por lá. Grande abraço!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s