Mandinga

(Fotografia: Marina Guerra - Origem: www.flickr.com)

(Fotografia: Marina Guerra – Origem: Flickr)

Nas águas do rio
Um papel com seu nome
Pra vê se some
Se a correnteza do rio
Leva pra longe
Por mandinga, por simpatia
Cada pensamento que se cria
Avalanche que me consome

Pra ver se peixe leva
Coração embrulhado em papel
Rabisco num jornal
Ilusão sentimental

Adriano Yamamoto (Data: 10/05/2013)

 

Anúncios

9 opiniões sobre “Mandinga

    • Olá, Dulce. Bom dia!
      Pois é, muitos mesmo. Esse poema também retrata uma crença de que pra esquecer um amor não correspondido, você deveria escrever o nome da pessoa em um papel e jogar nas águas de um rio. A correnteza levaria junto com o papel, esse sentimento. Muito bom te ver por aqui. Grande abraço!

    • Ei, Clau. Tudo bem? Muito bom ver você por aqui. Grande abraço! Aliás, estou precisando postar aqui. Tava meio na correria com o meu trabalho e com a criação de um novo espaço. Quando puder, nos faça uma visita. O endereço é http://www.nosdenos.com/ Tem coisas minhas e de outros escritores que tenho certeza que vc vai gostar! Grande abraço!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s